Dona Eutérpia

Morava lá no fim da rua. Mas aqui de casa eu conseguia ouvir quando ela ligava a vitrola – e cantarolava a manhã inteira.

Diziam que na juventude havia trabalhado em casas de tolerância, feito muito sucesso e inspirado alguns artistas na sua época. Difícil acreditar olhando praquela senhora frágil, mas de sorriso constante.

Nunca mais a vi.

Às vezes escuto uma música suave chegando do fim da rua. Tento crer que seja ela de novo. E alegro-me com isso.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s